quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Mizon Placenta Ampoule Cream



Depois de testar um dos séruns da Mizon fiquei muito curiosa com os restantes produtos, especialmente com o Placenta Ampoule Cream e passo a explicar porquê....

Tenho vitiligo, embora já quase imperceptível, desde cerca dos meus 8 anos e, depois de vários tratamentos falhados, o único que resultou foi um produto importado de Cuba formulado apenas com placenta e álcool. Pode parecer meio nojento (e era, principalmente muito mal cheiroso) mas a associação de um ao outro fez-me querer comprar este creme da Mizon. Posso adiantar que nada tem a ver uma coisa com a outra e se cá em casa primeiramente leram o nome e pensaram numa coisa nojenta, já há quem se tenha rendido e me roube o creme todos os dias!

Para todos os efeitos como sou leiga no assunto ainda não consegui perceber se existe mesmo placenta (e de que tipo) neste produto ou se se trata apenas de um ingrediente sintético que mimetiza a placenta. Às farmacêuticas aí desse lado é favor se poderem ajudar a desvendar o mistério! 

A marca descreve a placenta como um ingrediente rico em aminoácidos e minerais que reforça o sistema imunológico da pele e a protege de agressões externas, enquanto melhora a sua tonalidade e ajuda a atenuar os sinais de idade. Contém ainda extracto de framboesa, rico em antioxidantes, ácido hialurónico que retém a humidade na pele, mantendo-a hidratada e vários extractos de plantas com efeito calmante.

Em termos de textura é um creme mais rico do que habitualmente uso, tem alguma consistência mas espalha-se muito bem e funde-se na pele, sendo absorvido em segundos. A embalagem contém 50ml e só lamento que seja em boião, tenho definitivamente preferência por cremes em bisnaga ou frascos com pump.

Embora o seu cheiro desapareça depois de aplicado, tem uma fragrância algo acentuada e estranha, se por um lado me cheira a lavanda, por outro tem um cheiro estranho, algo sintético. Acho-o bastante hidratante e a minha pele sensível dá-se muito bem com ele, à excepção dos dias em que tenho a pele realmente sensibilizada, em que sinto um ardor ao aplicá-lo, portanto uso o meu creme para pele hipersensível da La Roche-Posay nesses dias.





4 comentários:

  1. E o que achaste do poder de hidratação ou regeneração da pele?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim hidrata bem, mas todas temos pele diferente e com níveis diferentes de necessidade de hidratação.... :) Em termos de regenerar a pele não consigo opinar, até porque quando tenho a pele em pior estado do frio não consigo usá-lo...

      Eliminar
  2. Realmente os ingredientes não os mais apetecíveis, mas acredito que seja um óptimo produto!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar